Simões Filho: Câmara reprova projeto que pretendia reduzir vereadores

A maioria do vereadores se mostraram contrários ao projeto de redução de cadeiras acirrando o plenário da Câmara.

Autor: Simões Filho Online

Publicada em


Foto: Arquivo Camara

Com 17 vereadores, a Câmara de Simões Filho com frequência protagoniza debates e embates entre os legisladores. A última discussão foi na sessão da terça-feira (3), quando o projeto que prevê a redução no número de cadeiras, de autoria do Vereador Genivaldo Lima (DEM), integrou a pauta.

A maioria do vereadores se mostraram contrários ao projeto de redução de cadeiras e clima polêmico se acirrou no plenário da Câmara. Com 12 votos contrários e 2 abstenções da própria bancada da oposição (Kátia Oliveira e Luciano Almeida –PMDB), a indicação de Genivaldo Lima, líder da oposição, foi reprovada.

O projeto previa a redução de 17 para 15 o número de parlamentares na Câmara de Simões Filho. Como justificativa, ao apresentar o projeto, Genivaldo usou o argumento da necessidade de uma reforma administrativa, além da ‘crise econômica e política’ que atinge o país.

“Na verdade a bancada de oposição já vem cobrando a um bom tempo cobrando do executivo a sua reforma administrativa, uma vez que a folha do nosso município vem a todo momento sendo estourado o seu índice em mais de 50%. Vendo isso eu achei melhor a gente começar essa reforma aqui pela nossa casa, aqui pela câmara e solicitei que fosse realizado um encaminhamento de pesquisa no município para ver o que o povo achava e o povo deu a indicação de reduzir a quantidade de vereadores, uma redução de 17 para 15 vereadores” explicou Genivaldo.