Simões Filho: COE estoura esconderijos de organização criminosa, pistolas e drogas; três pessoas foram presas

Autor: Redação

Publicada em


Uma megaoperação da Coordenação de Operações Especiais (COE) da Polícia Civil estourou, na tarde de quinta-feira (18/10), esconderijos de uma organização criminosa utilizados para armazenamento e distribuição de pistolas, drogas e munições em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS).

Foto: Divulgação SSP-BA

A operação aconteceu em uma localidade conhecida como Big Aurea, no bairro Simões Filho 1. Equipes Táticas e o Canil chegaram a três criminosos, um deles autor de pelo menos 10 homicídios.

Foto: Divulgação SSP-BA

Os flagrantes aconteceram durante mais uma edição da operação Conhecer, Operar e Aproximar (COA). Após ações de inteligência, os policiais civis mapearam casas e pessoas pertencentes a uma facção de traficantes. De acordo com informações enviadas a redação do SIMÕES FILHO ONLINE,  a operação começou a fazer incursões na região do bairro Simões Filho 1 por volta das 16 horas.

Separados em equipes, os investigadores da COE abordaram os alvos simultâneamente. Em três imóveis foram encontrados duas pistolas calibre 9mm (uso restrito), uma delas fabricada na Turquia, carregadores e munições dos calibres 9mm e 12. Com ajuda do cão farejador Troy, da raça Pastor Alemão, os policiais acharam ainda 5 kg de maconha e 2 kg de cocaína e meio quilo de crack avaliados em R$ 80 mil.

Nas casas foram capturados Robson da Cruz Barreiros, 31 anos, conhecido pelo apelido de ‘Lagarto’. Investigado como autor de pelo menos 10 homicídios, era um dos alvos sensíveis daquela região. Acabaram presos também Yuri, 22, e Aline, 23.

“Importante trabalho de inteligência que resultou em prisões e apreensões, na RMS. Parabéns a todos da COE”, enfatizou o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa. O trio e todo o material foram apresentados, na 22a Delegacia Territorial (DT/Simões Filho).

Foto: Leitor/Simões Filho Online