Simões Filho: Dinha ‘constrói a sua verdade’ nas redes sociais e na TV; “Simões Filho tá mudando”

Autor: Redação

Publicada em


Diógenes Tolentino (MDB)

Diógenes Tolentino (MDB) completou um ano e sete meses à frente da prefeitura de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). Desde que assumiu, o emedebista se esforça para mostrar que está “colocando a mão na massa” e usa intensamente as redes sociais para divulgar suas ações pela cidade.

Dinha já dançou capoeira, jogou bola com a ACM Neto, fez compras no comercio da cidade, e até já embarcou em um ônibus da Expresso Metropolitano.

O emedebista quer mostrar que suas ações já estão mudando profundamente a cidade, mas no momento, o prefeito se comunica mais do que alterar realmente a vida do simõesfilhense. Quem mora no município percebe que o prefeito vem ‘construindo a sua verdade’ nas redes sociais, contudo, a realidade dos bairros é bem diferente.

PALAVRAS DE DINHA

“Ver Simões Filho mudando é ter a certeza de que estamos no caminho certo! Vamos seguir juntos, fazendo da nossa #BoaTerra um cantinho de amor, fé e esperança!”, escreveu o prefeito Dinha na legenda de um vídeo que mostra a cidade transformada.

A REALIDADE

A maioria dos materiais apresentados na TV e nas redes sociais já ganharam o apelido de “história para inglês ver”. Ou seja, o que é mostrado não é a verdadeira situação do município.

Iluminação Pública

A falta de manutenção na iluminação pública de Simões Filho é um problema grave na cidade. Segundo moradores, praticamente, em todos os bairros há lâmpadas queimadas há meses. A situação preocupa, pois os locais escuros se tornam vulneráveis a assaltos.

Mobilidade

É de conhecimento geral que a mobilidade urbana em Simões Filho, é um assunto que muito vem sendo repercutido atualmente. Pois trata-se da qualidade de meio de locomoção de trânsito, seja ela individual ou coletivo de cada cidadão. Em Simões Filho, os problemas vão desde desorganização do trânsito até o transporte coletivo da cidade, que é considerado por muitos, o pior da Região Metropolitana de Salvador (RMS).

Educação

A educação simõesfilhense também está em crise. Um retrato do abandono do ensino público. O transporte escolar é precário. Estudantes são transportados como se fossem animais. Ônibus abarrotados, crianças em pé, espremidas e sem nenhuma segurança. Há um elevado grau de precariedade na infraestrutura das escolas, mesmo tendo passado por reformas no inicio do ano letivo. A maioria foram apenas pintadas. Sem contar a falta constante de professores.

Saúde

Multiplicam-se os sinais de alerta sobre o caos na saúde pública de Simões Filho, da qual depende a grande maioria da população, que não tem acesso aos planos de saúde. Falta medicamentos e recursos básicos, falta praticamente tudo.

O que se passa no Hospital Municipal de Simões Filho é apenas o mais recente capítulo dessa novela. Quem é internado na unidade de saúde, por exemplo, já sabe que terá que esperar regulação para outro hospital, tendo em vista que a unidade hospitalar não consegue realizar procedimentos básicos. O Hospital de Simões Filho está longe de ser um caso isolado. Os servidores que trabalham na saúde não conseguem nem receber seus salários em dia e convivem com o atraso mensalmente. O Simões Filho Online vai trazer uma série de reportagens que vai mostrar a situação preocupante da saúde em Simões Filho.

Mercado Municipal

Lixo, moscas, ratos, cachorros que transitam pelos corredores, sujeira, iluminação sem qualidade, insegurança, espaço em ruínas e estrutura comprometida pela ferrugem. Localizado no centro da cidade, o mais tradicional centro de compras do município, está passando por vários problemas estruturais e precisa de cuidados urgentes. Com um grande fluxo de pessoas pelo espaço, o Mercado Municipal de Simões Filho passa por problemas graves que atingi os feirantes e os comerciantes que ocupam os boxes do mercado, afastando os clientes e causando prejuízos.

E você o que acha. Simões Filho está mudando realmente?