Simões Filho: Eduardo Alencar chama Dinha de “mentiroso” e revela como acontece o domínio de Paulo Azi na prefeitura

Autor: Redação

Publicada em


O clima político em Simões Filho, cidade da Região Metropolitana de Salvador (RMS), está cada vez mais tenso com a aproximação das eleições de outubro. O ex-prefeito Eduardo Alencar (PSD) voltou a reagir às declarações do prefeito Diógenes Tolentino – Dinha (MDB) e de seu grupo político. Ainda durante a entrevista exclusiva concedida ao SIMÕES FILHO ONLINE, o ex-gestor falou sobre saúde, educação, nepotismo, e não poupou criticas ao atual gestor. Além disso, Eduardo explicou como acontece o domínio do deputado federal Paulo Azi sobre a prefeitura.

Durante a entrevista, Alencar reagiu à investida do grupo governista e subiu o tom contra o atual prefeito: “Ele é mentiroso. É por isso que ele recebeu o apelido de Pinóquio”, disse.

DÍVIDA

Em todos os discursos, Dinha afirma que em 8 anos o ex-gestor acumulou uma dívida no valor de R$ 300 milhões de reais, que de acordo com o ex-prefeito Eduardo Alencar a informação não condiz com a verdade. “Desde o inicio de sua gestão, Dinha fez um cartaz sem nenhum fundamento e anunciou essa dívida de R$ 300 milhões, mas essa dívida não foi construída por mim. Essa dívida foi de Berlindo, Edson Almeida, foi minha também – tem algumas parcelas minhas e eu não nego isso – mas essa dívida não foi construída por mim. Ao logo dos tempos, Simões Filho adquiriu essa dívida e Dinha também vai aumentar essa dívida até o termino do seu mandato”, pontuou Eduardo.

Eduardo explicou ainda que encaminhou um ofício a Câmara de Vereadores, por meio do vereador Sandro Moreira, solicitando que os parlamentares aprovassem a sua ida no parlamento municipal para falar sobre a dívida, mas o requerimento foi indeferido. “Queria ir na Câmara para falar que o prefeito de Simões Filho Diógenes Tolentino é mentiroso, com todas as letras garrafais. É uma mentira muito grande, aliás, é um hábito dele a mentira, e é por isso que ele adquiriu o nome de Pinóquio”, alfinetou.

Após atacar o discurso de Dinha, o ex-prefeito fez uma análise e avaliou a atual gestão, Alencar não economizou nas críticas. “Se Dinha não está conseguindo manter os principais pilares da administração, significa que ele está sendo irresponsável administrativamente. Eu considero ele hoje como prefeito que não tem conhecimento da administração pública e não sabe conduzir o destino do município. Ele tem uma equipe ruim, onde o prefeito hoje está sem saber o que fazer com os recursos do município e a cidade está completamente desorganizada”, criticou.

Alencar também rebateu o discurso feito pelo grupo governista, que afirma que o ex-gestor passou 20 anos no poder e nada fez por Simões Filho. “Se eu for enumerar as obras feitas por mim, eu vou passar horas e horas dando entrevista. Eu vou perguntar a Dinha, qual foi a obra que existe hoje em Simões Filho que não foi feita por mim? Pois é mais fácil ele dizer o que não foi feito, do que eu listar o que foi feito. Por, exemplo, os dois hospitais que existe hoje em Simões Filho foram construídos por mim. 90% da infraestrutura que existe na cidade foi feita por mim. Eu também conseguir para Simões Filho 8 mil habitações para dar as pessoas mais carentes. Sair da prefeitura deixando as pessoas em suas casas morando dignamente”, completou o ex-gestor.

Na avaliação de Alencar a saúde do município está nas mãos das pessoas erradas. “Essa gestão vai fechar o hospital, vai fechar a saúde do município. Seria bom se Estado assumisse mesmo o hospital, antes que o prefeito feche a unidade. Realmente a situação é preocupante, e  os vereadores tem que pedir para o Estado assumi o Hospital para dar condições de atendimento aos moradores do município. A reclamação da população que existe hoje é que as Unidade Básicas de Saúde estão sem medicação, não fazem um curativo, não tem seringa, não tem luvas”, denunciou.

NEPOTISMO

Durante a entrevista, o ex-prefeito foi mais além, e denunciou o nepotismo na prefeitura de Simões Filho. “Hoje o nepotismo domina a prefeitura de Simões Filho. É uma administração familiar”, revela Alencar.

QUEM MANDA É PAULO AZI

Ainda durante a entrevista, Eduardo disse que quem manda na Prefeitura de Simões Filho é o Deputado Federal Paulo Azi.

“Existe hoje uma gerencia muito grande de Paulo Azi na prefeitura, onde indica o secretário de obras, finanças e educação. Se eles são competentes eu não sei, mas eu sei que quem manda hoje na prefeitura de Simões Filho é o deputado Paulo Azi. Em troca de que ele conseguiu essas secretarias eu não sei, mas ele hoje tem o domínio total da prefeitura de Simões Filho, e é por isso que o povo tem que ficar atento a tudo e todos”, concluiu.