Simões Filho: “Ele era ameaçado”, diz Eduardo Alencar ao se expressar sobre a morte de Binho

Autor: Débora Souza

Publicada em


Foto: Simões Filho Online

 

A morte de Flavio Gabriel Pacífico  dos Santos, 36 anos, o “Binho do Quilombo”, morto de forma brutal na manhã desta terça-feira (19/9), sensibilizou toda comunidade e também a classe política. Durante o sepultamento, no Cemitério Quintas do Lázaro, em Salvador, na manhã desta quarta-feira (20), ex-prefeito Eduardo Alencar (PSD), expressou suas condolências  pela morte do militante e disse que o líder já havia sido ameaçado.

O ex-prefeito relata que presenciou a luta que o líder comunitário, que viveu em prol da comunidade, falou sobre sua tristeza ao receber a notícia da morte de uma pessoa tão querida e disse ainda que espera que o ocorrido sirva como exemplo, para reflexão sobre o verdadeiro valor da vida.

“È muita tristeza e muita angustia, para todos nós. Ele era uma pessoa do bem, era líder dos quilombolas, trabalhava em prol da comunidade  e o que aconteceu ontem realmente  nos deixa triste.Espero que sirva para todos nós refletirmos às nossas vidas e vê que a vida não vale quase nada. Um indivíduo desconhecido, de uma índole ruim, tirar a vida de uma pessoa que só fez ajudar e colaborar com a comunidade quilombola aqui em Simões Filho.Estamos aqui trazendo aquele último adeus, aquele último abraço e que Deus coloque ele em um grande lugar”, expressou.

Para Eduardo esse crime terá de ter uma resposta e a polícia deverá atuar para que mais um crime não seja impune. “A polícia tem obrigação e o dever de esclarecer esse ocorrido, porque por isso que a impunidade fica. E que a justiça seja feita com rigor para que ele venha a cumprir e refletir dentro da cadeia que não deve tirar a vida de ninguém”, afirmou.

Ainda segundo Alencar, Binho chegou a comentar, sobre algumas ameaças que ele já havia sofrido. “Ele disse que estava sendo ameaçado por pessoa que ele não chegou a me revelar o nome, mas que ele estava sendo ameaçado constantemente lá em Pitanga dos Palmares”, disse.