Famíliares de jovem protestam após incêndio em ônibus da Expresso Metropolitano

Segundo os familiares, a empresa não estaria dando assistência no tratamento da vítima e a mesma precisa fazer uma cirurgia, mas o hospital da cidade não tem suporte

Autor: Simões Filho Online

Publicada em


[RoyalSlider Error] No post attachments found.

Um grupo de moradores está fazendo um protesto na Avenida Elmo Serejo de Farias, no CIA  2, em Simões Filho, desde as 6h30 da manhã desta terça-feira (01). Segundo informações enviadas a redação do Simões Filho Online, o protesto é realizado por familiares de uma jovem, que pedem assistência à empresa de ônibus Expresso Metropolitano.

De acordo com familiares, o motivo seria um incêndio que teria acontecido no dia 20 de novembro dentro de um veículo da empresa, causando ferimento e queimaduras em uma jovem 22 anos que se encontra há 15 dias internada na unidade hospitalar da cidade.

Segundo os familiares, a empresa não estaria dando assistência no tratamento da vítima e a mesma precisa fazer uma cirurgia, mas o hospital da cidade não tem suporte. Com isso, a jovem aguarda regulação do Estado, sofrendo na unidade médica. A família informou que não tem condições financeiras para coloca a jovem em um hospital particular.

O protesto acontece próximo ao ginásio de esportes do CIA 2, mas não há interferência no trânsito.

Veja outras notícias de Simões Filho

Ao Simões Filho Online, a família informou que o desejo de todos é que a regulação transfira a jovem para realizar a cirurgia ou a empresa Expresso Metropolitano coloque Bianca em uma clínica particular pra fazer o procedimento.

O simões Filho Online tentou contato com a empresa de transporte Expresso Metropolitano, mas não obteve resposta.