Simões Filho: Família e amigos se unem em corrente de oração no adeus a Fábio Batista

Autor: Redação

Publicada em


Foto: Diney Araujo

A cerimonia de despedida do caminhoneiro Fábio Araujo Batista, de 35 anos, foi marcado por lágrimas, orações, dor, emoção, boas recordações e o sentimento de tristeza que calou o coração de caminhoneiros, amigos, familiares e populares na manhã desta quarta-feira (29/8), em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS).

Fábio sofreu um acidente enquanto dirigia uma carreta em seu retorno para Simões Filho no inicio da noite da última segunda-feira (27/8). O veiculo passava por uma curva na região do município de Itabuna, quando tombou e ele acabou ficando preso as ferragens. “Ele era um motorista muito experiente. O acidente aconteceu em um trecho onde ele já havia passado inúmeras vezes. Ele não passou mal, e não estava correndo. Ele também não ingeriu nenhum tipo de bebida alcoólica. Era uma pessoa exemplar”, pontua um primo do motorista.

O velório de Fábio aconteceu no Bairro Luiz Eduardo Magalhães, o barreiro, onde ele residia com a esposa. O cortejo fúnebre saiu por volta das 10h30 percorrendo o centro da cidade. O corpo foi levado em um carro funerário e saudado por onde passava. O ponto mais emocionante do trajeto aconteceu quando os familiares e amigos fizeram um grande círculo de oração, o que interrompeu por minutos o trânsito da Avenida Elmo Serejo de Farias. Todos estavam comovidos com a morte prematura de Fábio.

“Missão dada, missão cumprida, descanse em paz Fábio, saudades eternas”, disse Thyago, primo de Fábio.

No cemitério São Miguel, localizado na região central da cidade, centenas de pessoas esperavam a chegada do caminhoneiro. Ele foi sepultado sob forte clima de comoção.

VEJA MAIS NOTÍCIAS DE SIMÕES FILHO