Jararaca é encontrada em banheiro de residência em Simões Filho

Picada da jararaca pode causar morte e amputação de membros do corpo

Autor:

Publicada em


[RoyalSlider Error] No post attachments found.

Que perigo! Uma cobra, da espécie jararaca, foi encontrada por um morador de Simões Filho na tarde desta segunda-feira (30), no banheiro de uma residencia. Um perigoso susto para a família de seu Josemar Claudio, conhecido como Dico.

Seu Dico, contou que estava assistindo televisão quando se deslocou até o banheiro de sua casa e se deparou com uma cobra. Após levar o susto, ele achou que se tratava de uma jibóia e resolveu prender a serpente viva em um recipiente, mas, após capturá-la, um amigo percebeu que era uma Jararaca, gênero de serpente bastante venenoso e temível quanto à cascavel e a surucucu. “Por sorte não tinha crianças em casa, só eu e minha nora. Mas  a serpente poderia ter acesso aos quartos e só Jesus na Causa”, disse seu Dico, morador do conjunto há 32 anos, no Bairro Ilha de São João.

“Fiquei preocupado e quero apenas alertar aos moradores da minha comunidade, completou”.

As jararacas são serpentes peçonhentas, com veneno potente e pode levar o indivíduo picado a morte. O veneno da jararaca é tão forte que 70mg são suficientes para matar um homem de cerca de 60kg num prazo máximo de 4 horas após o ferimento. É vital que o soro antiofídico seja aplicado o mais rápido possível pois, do contrário, mesmo que a vítima não venha a morrer, o efeito do veneno causa necrose na região do ferimento levando, muitas vezes, à amputação da parte atingida, geralmente as pernas.

Essa espécie atinge geralmente mais de 1 metro, sendo que seu veneno é altamente letal para animais e seres humanos. Os desenhos e a cor dessa cobra proporcionam a ela uma excelente camuflagem.

Segundo seu Dico informou que a Jararaca foi colocada em um matagal,  para que a mesma  volte ao seu habitar, proporcionando equilíbrio da natureza.