Simões Filho: Jovem liderança do PT rompe com o Partido e se filia ao PSOL

Autor: Simões Filho Online

Publicada em


Carlos Eduardo Santos Da Silva,28 anos, mais conhecido como ” Kadu”, foi o primeiro Assessor de Juventude,da Secretaria de Cultura, da Prefeitura de Simões Filho, onde ficou à frente da pasta durante dois anos, foi candidato a vereador pelo PT nestas eleições e, neste final de semana, resolveu romper com a sigla petista e se filiar ao Partido Socialismo e Liberdade. No ato de filiação, foi eleito o novo Presidente do Diretório Municipal de Simões Filho.

Nascido no Rio de Janeiro, mora há 21 anos na Bahia e foi militante do Partido dos Trabalhadores durante 7 anos. A jovem liderança acredita que os partidos políticos são ” ferramentas de poder” que devem ser usadas para que a sociedade consiga alcançar o ” bem comum”. Kadu argumenta que a saída do PT ocorreu porque o Partido dos Trabalhadores conquistou o poder mas não fortaleceu a base.

Segundo ele, a legenda não permite que a juventude periférica possua um papel protagonista dentro do partido. A ineficácia das políticas públicas voltadas à Juventude da Bahia e do Brasil foi o principal motivo da saída de Kadu do PT. O PT se perdeu durante o processo! Foi uma administração no Estado da Bahia que mais matou os jovens! Como um jovem negro pode continuar em um partido que, enquanto esteve no poder, foi o que mais matou jovens na história do Estado?”, questionou, lembrando ainda que o PT sempre combateu o extermínio da Juventude Negra mas na gestão acabou deixando a juventude em um papel secundário.

Na oportunidade, Kadu salientou que a juventude no Partido dos Trabalhadores é enxergada apenas como um ” braço” para carregar as bandeiras e, de acordo com o ex-petista, o PT adotou uma “política de maquiagem” em relação à juventude no Brasil. “A juventude foi usada durante a gestão de uma forma superficial. As metas das Conferências não foram alcançadas! O Plano Juventude Viva não saiu do papel na Bahia, o Estação Juventude Programa do Governo do Estado, também não foi efetivado como havia sido projetado”, criticou.

O recém-eleito Presidente do Diretório de Simões Filho, ressaltou que o grande desafio da juventude de Simões Filho é se” manter viva”. ” Após se manter viva, essa juventude precisa estudar e correr atrás de uma oportunidade de trabalho”, enfatizou,

O Presidente Estadual do PSOL na Bahia, Ronaldo Santos, comemorou a filiação do jovem ao PSOL pois a juventude almeja uma alternativa política real e percebem no Partido Socialismo e Liberdade uma ferramenta de luta. ” Cadu é uma liderança de Simões Filho e região que resolveu romper com PT do mensaleiro Josias Gomes e vai dar uma oxigenada na construção do PSOL no município e no Estado da Bahia”, frisou.