Simões Filho: Mãe descobre morte de filho desaparecido através de foto no WhatsApp

Autor: Simões Filho Online

Publicada em


O que dizer a uma mãe que perde seu filho? Há momentos em que não existem palavras para expressar os sentimentos. Quando essa situação atinge uma família de maneira trágica, a situação parece fora da realidade. A não ser quem já passou por situação semelhante, o máximo que se se consegue é imaginar a dor vivida.

Uma família de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), continua vivendo um pesadelo. Dona Jirlene, a mãe de Luis Ricardo Cardoso Galindo, 28 anos, conhecido popularmente na comunidade como Junior, reconheceu a foto que viralizou na rede social WhatsApp e confirmou que é mesmo do filho.

Jirlene contou ao Simões Filho Online que viu a foto do filho morto circulando no último dia 07 de fevereiro em grupos de WhatsApp. Apesar do choque, ela reconheceu a cueca e a camisa do filho, a mesma do dia em que foi retirado de casa. Alem disso, ela confirmou que o corpo tem as mesma características de Junior.

A mensagem compartilhada junto com a foto no aplicativo informava que o corpo de Junior estaria em uma localidade conhecida como Pedreira do Lobão. “Nós acionamos os Bombeiros que foram até o local, mas o corpo não estava lá”, lamentou a mãe de Junior.

O drama da família já dura 20 dias e para ampliar o sofrimento, o corpo ainda não foi localizado. Jirlene e a ex-esposa do filho se reversam procurando o Instituto Médico Legal Nina Rodrigues diariamente. “Eu estou vivendo do trabalho para o Nina Rodrigues. Quando a mãe dos filhos dele está de folga – ela vai para o Nina. Quando estou de folga, eu vou. Mas ainda não tive resposta para encontrar o corpo do meu filho”, contou.

“A unica coisa que eu quero é só o corpo do meu filho para enterrar. Quem souber onde está o corpo fale – não precisa se identificar”, pediu a mãe.

Foto do corpo circula pelo Whatsapp

Entenda o caso

Junior desapareceu na Rua do Vale, na Quadra 8, do Bairro Cia 1, após ser sequestrado na madrugada do dia 26 de janeiro. De acordo com informações passadas pela família, Junior, foi retirado de casa a força por volta de 1:00h da madrugada. Ainda segundo a família, Junior estava dormindo em sua casa quando foi surpreendido por homens não identificados que invadiram sua residência. Junior foi levado ainda de cueca.

Ainda segundo a família, o rapaz mora com a esposa, mas no momento do sequestro estava sozinho dentro da residência. A companheira estava no trabalho.

Junior tem três filhos que moram com a ex-esposa. A família já registrou um boletim de ocorrência na 22ª Delegacia/Territorial de Simões Filho.

MAIS NOTÍCIAS DE SIMÕES FILHO