Simões Filho: Moradores do Parque Continental estão desesperados: “Não posso perder minhas coisas novamente”

Autor: Redação

Publicada em


Apenas 30 minutos de chuva, na tarde desta segunda-feira (03/12) foram suficientes para deixar diversos bairros do município de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS) em estado de calamidade.

Se no Centro da cidade, onde a maioria das ruas possui uma infraestrutura melhor, diversos pontos ficaram alagados, imagine nos bairros periféricos que, em sua maioria, não possuem rede de drenagem, nem asfaltamento. Este é o caso da Rua Tupy, localizada no bairro Parque Continental.

Em contato com a redação do SIMÕES FILHO ONLINE, após o temporal repentino que caiu na tarde de hoje, a Técnica em Logística Izana Bispo, de 28 anos, relatou como tem sido difícil conviver com a água empossada e a lama que se acumulam ao longo da rua, no tempo chuvoso.

De acordo com a moradora, da última vez que choveu tão forte, a água invadiu as casas e ela foi umas das moradoras que perderam todos os seus pertences, móveis, eletrodomésticos e até documentos.

“Essa rua está assim pedindo socorro. Não posso perder minhas coisas novamente. Vamos divulgar essa situação para ver se a prefeitura toma vergonha”, lamentou Izana temendo que a chuva continue nos próximos dias.

Assim como no Parque Continental, outros bairros estão ilhados. Desde que a chuva começou não param de chegar à redação do Simões Filho Online imagens de alagamentos em várias localidades diferentes e a reclamação dos moradores é sempre a mesma: falta infraestrutura.