Simões Filho: Multidão dorme na calçada e se arrisca em ruas desertas para fazer a biometria

Autor: Redação

Publicada em


Fila do Mini Shopping Nilmar

Locais desertos, sem segurança e falta de banheiros. Assim descrevem os eleitores que continuam dormindo em filas para conseguir fazer o cadastro da biometria, em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS).

Na noite desta segunda-feira (04/02), uma grande multidão já está concentrada em frente aos postos de atendimentos no centro da cidade. A situação acontece tanto no Fórum Josaphat Marinho, na Avenida Altamirando de Araújo Ramos, quanto no Mini Shopping Nilmar, atrás do Banco do Brasil. Neste último, mais de 300 pessoas já chegou ao local.

Fila do Fórum Josaphat Marinho

Um homem de 33 anos contou ter chegado na fila às 17 horas. “Tem que chegar no dia anterior. É humilhante, mas não posso ter o meu titulo cancelado. Eles poderiam, pelo menos, colocar um banheiro químico pra gente”, disse.

O cadastramento da biometria terminará no dia 22 fevereiro em Simões Filho. O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) informa aos eleitores que não haverá prorrogação do prazo e todos aqueles que não realizarem o recadastramento biométrico terão seus títulos cancelados, estando sujeitos às consequências previstas pelo Artigo 7º, do Código Eleitoral.

Atualmente, em torno quase 40% dos eleitores, compareceram para o cadastramento biométrico, em Simões Filho.

Para biometria, são necessários um dos seguintes documentos: documento oficial de identidade (RG, CNH, Carteira de Trabalho, Carteira Profissional, dentre outros definidos em lei); comprovante de residência (conta de luz, água, telefone, boleto de IPTU, contrato de aluguel, dentre outros definidos pelo Juiz Eleitoral).

Os comprovantes devem estar em nome do requerente, de seu cônjuge ou companheiro (a) ou de parente seu em linha reta consanguínea, até o 2º grau (pais, filhos, avós, netos), ou por afinidade, limitando-se, neste último caso, aos ascendentes do cônjuge ou companheiro (sogro e sogra);

É necessário o comprovante de quitação com o serviço militar para homens com mais de 18 anos que irão requerer a primeira via do título.

A CNH e o Passaporte não são aceitos como documento de identificação para o alistamento, ou seja, para emissão do primeiro título de eleitor.