Simões Filho: Prefeitos da Região Metropolitana debatem sobre reabertura do comércio

A cidade de Simões Filho sediou nesta quinta-feira (9), o segundo encontro dos prefeitos da Região Metropolitana de Salvador (RMS), com foco no planejamento e avaliação das ações conjuntas de enfrentamento ao Coronavírus e o Plano de Retomada da Economia.

Durante o encontro, os gestores falaram sobre as medidas que estão sendo adotadas em conjunto com o governo do estado, o toque de recolher, que seguem em vigor até domingo (12), além de retomar o debate sobre a abertura segura e gradativa do comércio e as medidas individuais, adotadas em casa cidade, como destacou o prefeito Dinha Tolentino.

“As medidas de enfrentamento fortalecem a luta coletiva contra o coronavírus. Hoje, voltamos a debater as ações para a abertura gradativa do comércio. Falamos ainda sobre a necessidade da redução da curva de infectados e os avanços das medidas realizadas até aqui. Saímos desse encontro convictos que estamos avançando e uma das propostas que serão apresentadas ao Governo do Estado, é a ampliação dos leitos de UTI com o Hospital Metropolitano, para melhor atender as cidades da região. Esta medida é importante para que possamos atingir a meta desejada e promover a reabertura gradativa e segura do comércio”, disse Dinha.

Na ocasião, ficou acordado que os gestores apresentarão ao Governo do Estado, nesta sexta-feira (10), a proposta para a abertura do Hospital Metropolitano, localizado em Lauro de Freitas, com leitos de UTI voltados para o tratamento da Covid-19. Contribuindo assim para uma melhor cobertura de saúde nos municípios, e para o retomada segura e gradativa das atividades econômicas, com a abertura do comércio.

Todas as medidas desenvolvidas na região estão contidas no protocolo de ações, que está sendo elaborado pelo Governo do Estado e que prevê uma série de condutas que deverão beneficiar as cidades.

Participaram da reunião, o prefeito Dinha Tolentino, a secretária de saúde Iridan Brasileiro, e os gestores das cidades de Camaçari, Lauro de Freitas, Madre de Deus, São Sebastião do Passé, São Francisco do Conde e Dias D’ávila esteve representada pelo secretário da pasta da Saúde.

Veja mais