Simões Filho: Saiba como vai funcionar o novo transporte municipal; roteiros, quantidade de linhas e contrato de R$ 277 milhões

Autor: Redação

Publicada em


Foto: Simões Filho Online

A cidade de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), terá um novo sistema público de transporte que deve ser implantado a partir de junho de 2019, com novos ônibus. Essa é a promessa da prefeitura que já elaborou o novo modelo de transporte e abriu, nesta terça-feira (08/01), o edital de licitação para contratar a empresa de ônibus que vai servir aos bairros da cidade pelos próximos 15 anos. O edital detalha a idade da frota, roteiros, quantidade de linhas, quantidade de veículos, o valor do contrato, cartão de passagem, e outras novidades. Confira os principais pontos:

IDADE DA FROTA
A frota para prestação dos serviços admitida durante toda a concessão deverá ter idade média de, no máximo, cinco anos.

PRAZO DE CONCESSÃO
O prazo da concessão será de 15 anos, contados da data da assinatura do contrato, prorrogável pelo mesmo período.

A FROTA
Ao todo serão 42 veículos operacionais novos, mais 4 reservas. A frota de micro-ônibus deve acomodar, no mínimo, 21 passageiros sentados, com capacidade total de carregamento de 30 passageiros. Já a frota de ônibus convencional urbano deve acomodar, no mínimo, 30 passageiros sentados, com capacidade total de carregamento de 70 passageiros.

SEGURANÇA
Os veículos devem ter câmeras posicionadas na parte dianteira e traseira afim de inibir ações delituosas. O sistema a ser implantado é composto por gravador digital de vídeo e áudio, câmeras e microfones. A concessionária terá prazo máximo de 12 (doze) meses, contados a partir da assinatura do contrato, para implantar, testar e colocar em pleno funcionamento.

ACESSIBILIDADE
Toda a frota deverá dispor de plataforma elevatória para cadeiras de rodas e espaço reservado para sua acomodação no interior do veículo, devidamente sinalizada na forma normativa vigente.

CARTÃO DE PASSAGEM
Será implantado o Sistema de Bilhetagem Eletrônica – SBE. A implantação plena do cartão de passagem ocorrerá em até 60 dias, contados a partir do início da operação.

Cartão de Estudantes – destinado ao atendimento legal do desconto na tarifa paga por estudantes;

Cartão de Vale Transportes – destinado ao atendimento de trabalhadores contemplados com o Vale-Transporte fornecido pelos empregadores;

Cartão de Gratuidades – destinado ao atendimento de beneficiários de gratuidades legais a deficientes físicos e psíquicos, idosos, servidores públicos, etc;

Cartão Avulso – destinado ao usuário normal e a utilização do processo de integração as linhas.

APLICATIVO
Além da renovação da frota, a empresa vencedora terá de implantar um sistema de acompanhamento em tempo real da localização do ônibus por meio de aplicativo, como o CittaMobi, utilizado atualmente nos ônibus da Expresso Metropolitano.

VALOR DO CONTRATO
O valor contratual estimado da concessão é de R$ 277 milhões. O valor foi calculado pelo produto da quantidade de passageiros equivalentes projetados para cada ano. O documento deixa expressamente esclarecido que os valores referidos foram fixados com base em cálculos e projeções elaborados pela prefeitura nos autos do processo administrativo.

CENTRO DE CONTROLE
Tudo será controlado eletronicamente por dispositivos instalados nos ônibus e por um Centro de Controle Operacional – CCO a ser construído pela empresa.

VALOR DA TARIFA
O valor da tarifa do ônibus municipal já foi definido pela prefeitura. O novo valor passa a valer a partir do início das atividades da empresa que vencer o processo de licitação. Clique aqui e veja o valor

LINHAS
A Prefeitura pede 46 veículos novos, sendo quatro de reserva operacional, e que vão circular em 27 linhas transportando cerca de 30 mil passageiros.

Serão utilizados como pontos terminais da área central o ponto do Mercado Municipal e a Praça Moema Meireles.

As linhas vão começar a operar a partir das 3 horas da manhã até às 00:00 horas. Segundo o edital, as linhas noturnas compõem um sistema complementar que garante a mobilidade e reduz o custo operacional na faixa horária de 20 as 00:00 horas e consiste na formação de linha a partir da junção de dois outros itinerários.[Veja itinerários abaixo:]

RESERVA TÉCNICA
A concessionária deverá manter disponível um percentual de 10% de veículos como reserva técnica, respeitando a proporcionalidade de cada tipo de veículo. A medida é necessária para manter os 100% da frota caso haja necessidade de manutenção dos veículos.

CONTRATAÇÃO DE PESSOAL
A concessionária deverá ter como prioridade a contratação de funcionários que moram no município de Simões Filho.

SECRETÁRIO

Ao SIMÕES FILHO ONLINE, o secretário municipal de Mobilidade Urbana (Semob), Jackson Bonfim, disse que o serviço será totalmente renovado. Segundo ele, após o processo licitatório os usuários de ônibus poderão contar com um transporte de qualidade.

Ainda segundo o secretário, a melhor administração do serviço pretendida pela administração municipal passa pela nova divisão do serviço em cinco níveis. [Veja abaixo:]

Para o secretário, com a licitação do transporte e com a finalização de todo esse processo, com a assinatura do contrato, o município, enfim, terá regras claras que vão nortear o novo sistema. “A licitação está aberta e empresas ou cooperativas podem participar”, revelou.

PRAZOS LICITAÇÃO
Os envelopes com as propostas comerciais deverão ser entregues no dia 21 de fevereiro, até as 8 horas, na Sala da Comissão Permanente de Licitação (COPEL), situada à Praça 07 de Novembro, no Centro. A sessão pública de abertura dos envelopes terá início às 9 horas. Empresas e cooperativas podem participar.