Secretário de Cultura explica situação do “Arraiá das Viúvas” em Simões Filho

O Secretário de Cultura Walter Mangabeira falou sobre a situação do Arraiá das Viúvas em Simões Filho

Autor: Simões Filho Online

Publicada em


Pelo segundo ano consecutivo a prefeitura da cidade não realizará o tradicional Arraiá das Viúvas em Simões Filho, na região metropolitana de Salvador. O Secretário de Cultura Walter Mangabeira, confirmou que não haverá festa de São Pedro este ano.

Segundo Walter, as razões para a não realização do evento são o cenário de crise econômica que o Brasil está vivendo e a queda na arrecadação do município. Ainda segundo Walter, a medida de não realizar o Arraiá das Viúvas, também atende a uma recomendação e orientações do Ministério Público do Estado da Bahia (MPE). “Em razão do cenário de crise econômica que o Brasil enfrente, e em Simões Filho não é diferente, não vamos realizar a festa. Isso também é uma recomendação do Ministério Público do Estado da Bahia. Temos que ter muito cuidado, pois temos diversos compromissos, entre eles, o pagamento dos salários dos funcionários. Não pode ser atrasado, então por isso, não vamos realizar a festa pela responsabilidade que o prefeito tem”, explicou Walter.

Saiba mais informações

Ano passado

Em 2015, o tradicional e popular “Arraia das Viúvas” foi cancelado em razão das fortes chuvas, que provocaram deslizamento de terras, inumações, desabamentos em alguns bairros do município. Fato que levou o Prefeito Eduardo Alencar decretar situação de emergência na cidade.

O Arraia das Viúvas

O ‘Arraia das Viúvas’ acontece tradicionalmente na Praça da Bíblia – centro da cidade – o evento já teve 33 edições. Segundo Apolinário da Hora, no livro “Água Comprida”, o São Pedro na cidade era comemorado com apresentação de quadrilhas tradicionais e ao som de sanfoneiros que tocavam a noite e visitavam as casas, escolhendo depois casas de famílias tradicionais para amanhecer o dia tocando, soltando fogos e saboreando comidas típicas. A festa que era marcada pela fraternidade e hospitalidade dos moradores passou a ser um momento onde as viúvas mais antigas do município se reuniam em uma data especifica (o dia 29 de junho), e comemorava o dia do seu padroeiro. Por isso, o nome “Arraia das Viúvas”.