Simões Filho tem saldo negativo de empregos em outubro, diz Caged

Autor: Redação

Publicada em


Foto: Carlos Augusto

Os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho, divulgados nesta quarta-feira (21/11), mostram que no mês de outubro Simões Filho teve saldo negativo de empregos. Foram fechadas 63 postos de trabalho com carteira assinada no município.

Já Camaçari, município que também fica localizado na Região Metropolitana de Salvador, obteve saldo positivo no número de postos de trabalho, com geração de 144 novas oportunidades. Lauro de Freitas também teve saldo favorável. A cidade criou 628 postos de trabalho

Ainda de acordo com o Caged, o Brasil terminou o mês de outubro com saldo positivo de mais 57.733 postos de trabalho formais, o que representa um acréscimo de +0,15%, em relação ao mês anterior. O desempenho é resultado de 1.279.502 admissões e 1.221.769 desligamentos.

A Bahia tamém registrou um saldo positivo na crianção de empregos. O Estado abriu 625 postos de trabalho com registro em carteira no mês de outubro, uma ampliação de 0,04% em relação ao montante existente no estoque do mês anterior. O resultado positivo decorreu da diferença entre 48.140 admissões e 47.515 desligamentos.

Em outubro, seis dos oito setores contabilizaram saldos positivos: comércio, serviços, indústria de transformação, construção civil, extrativa mineral e Serviços Industriais de Utilidade Pública. Por outro lado, agropecuária e administração pública fecharam posições de trabalho com carteira assinada.

Salário – O salário médio de admissão foi de R$ 1.528,32 em outubro, e o salário médio de desligamento foi de R$ 1.672,00. Em termos reais, considerando a deflação medida pelo Índice Nacional de Preço ao Consumidor (INPC), houve crescimento de R$ 6,89 (+0,45%) no salário de admissão e queda de R$ 16,86 (-1%) no salário de desligamento.