SIMÕES FILHO: Vereador detona secretários municipais: “os caras não querem trabalhar”

Autor: Yanara Cardeal

Publicada em


Embora a sessão da Câmara Municipal de Simões Filho desta terça-feira (8), tenha ocorrido rapidamente, foi possível constatar a insatisfação do vereador Elimário Lima (PSDB) sobre a falta de obras no bairro de Mapele, comunidade representada por ele.

A população local tem feito diversas cobranças aos vereadores que residem por lá. Em entrevista ao Simões Filho Online, Elimário revelou sua insatisfação com os secretários municipais e disse estar preocupado com os problemas que o bairro apresenta.

“Estamos sendo bastante cobrados pela comunidade, que está certa em cobrar, pois elegeu dois representantes eu e Manoel. Nós estamos fazendo um trabalho unidos, só que até a nossa força junta depende do executivo e dos secretários também. Estamos colocando indicações e fazemos ofícios constantemente, só que hoje a situação que está o bairro de Mapele é preocupante. Na Fundação Crer está uma escuridão tremenda, um lugar que é perigoso e que já aconteceu trocas de tiros, no escuro é pior ainda, tá arriscado uma pessoa levar uma bala perdida”, denunciou o vereador.

Elimário também criticou a empresa que presta serviço de limpeza na cidade e disse que o lixo está tomando conta da região. “Nós não temos um caixa de lixo no bairro, a Jotagê já tem quatro meses atuando e não colocou. Na praça de Mapele não tem uma caixa coletora, o vento está levando o lixo todo para as casas, são vários tipos de lixo e as pessoas reclamando. Mapele está suja e totalmente no escuro”, pontuou ele.

O parlamentar disse ainda, que ele e o vereador Manuel Carteiro já falaram sobre a situação por diversas vezes aos secretários, e que não é por falta de comunicação que os problemas não foram sanados. “Não é falta de colocar a situação para os secretários, só que os caras não querem trabalhar, então deviam pedir para sair. A gente sente que o prefeito quer trabalhar, mas parece que o grupo que estar aí está puxando um cabo de guerra, o prefeito puxa para um lado e eles para outro, eles poderiam trabalhar em unidade para que as coisas aconteçam e o município se desenvolva”, criticou o edil .

O vereador encerrou dizendo que o caso é preocupante e que já informou ao prefeito Dinha sobre o assunto, porém não estar vendo nada acontecer. “O prefeito sabe da situação, o tempo todo as pessoas ficam nas redes sociais criticando e batendo, eu vou lá e faço minha defesa, mas como diz o senador Magno Malta, mamãe me acuda não aguento mais”, finalizou Elimário, revoltado com a situação.