Simões Filho: “Vou provar que Orlando é mentiroso”, diz Eduardo Alencar

Em entrevista ao Simões Filho Online, o ex-prefeito negou as acusações.

Autor: Simões Filho Online

Publicada em


Orlando de Amadeu voltou a criticar o ex-prefeito Eduardo Alencar, que rebateu de forma imediata.

Durante a sessão ordinária realizada na noite desta terça-feira (05/9), na Câmara de Vereadores de Simões Filho, o  vereador Orlando de Amadeu (PSD), fez denúncias sobre as condições que teria encontrado o município quando Dinha assumiu a gestão. Mais uma vez, o ex-petista acusou o ex-prefeito, Eduardo Alencar, de ter deixado dívidas acumuladas em R$ 300 milhões.

Em entrevista ao Simões Filho Online, o ex-prefeito negou as acusações e voltou a afirmar que o parlamentar é mentiroso. “Quando o prefeito Diógenes Tolentino lançou aquele panfleto eu fui nos veículos de comunicação, fiz um oficio a Câmara de Vereadores para vim aqui com ele (Orlando), com o prefeito, para provar que ele estava mentindo. Dois oficios estão protocolados na Câmara de Vereadores eu me prontificando vir na Câmara provar na frente de todos os vereadores, inclusive do Orlando de Amadeu, que era mentira o que estavam falando e eles não me chamaram. Se eles não me chamaram é porque tem medo da verdade e a verdade são dos documentos que tenho em mãos”, disse o ex-prefeito. Alencar esteve presente na Câmara Municipal após a sessão ordinária que aprovou as suas contas.

O ex-gestor ainda explicou que as dívidas são antigas e garantiu que vai ter a oportunidade de está frente a frente com Orlando de Amadeu e chama-lo de mentiroso. “É uma divida antiga do município de Simões Filho, da época de Eduardo Simões. Para você ter uma ideia, Eduardo Simões passou 4 anos como prefeito e não pagou nem a folha, muito menos o INSS. Essas dívidas antigas não foram contraídas por mim, foram contraídas por outros prefeitos também´- deve ter dívida minha também – eu não vou negar que não tem divida minha – agora, é muito pequena e eu sou o prefeito que mais paguei INSS no município. Então, ele está transmitindo uma mensagem errada, mentindo para o povo de Simões Filho, mas toda mentira tem perna curta e eu vou ter a oportunidade está de frente com ele e chama-lo de mentiroso para nunca mais ele propagar e nem divulgar fatos desonestos referente ao município de Simões Filho e a minha pessoa. No dia que ele me chamar na Câmara de Vereadores eu vou provar que ele mentiroso”, desabafou.

Na sessão ordinária que aprovou a contas do exercício de 2015 do ex-prefeito, 18 dos 19 parlamentares compareceram, sem que 10 vereadores votaram pela rejeição das contas, 8 votaram pela aprovação. Apenas o vereador Manoel Carteiro não compareceu a sessão. Para reprovar as contas do ex-prefeito, eram necessários 13 votos.