Menina baleada em Simões Filho melhora – Ela segue internada na UTI

Autor: Simões Filho Online

Publicada em


A menina Silvana Santos de Souza, de 07 anos de idade, atingida por uma bala perdida durante um tiroteio, no Bairro Barreiro, em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), teve uma melhora. A informação foi divulgada pela mãe da menina em relato publicado na Rede Social Facebook. Silvana passou por mais uma cirurgia na última semana. O procedimento cirúrgico foi um sucesso, no entanto, os órgãos não estavam reagindo. Após alguns dias, os órgãos de Silvana voltou a responder para a alegria da família.

“Pessoal, hoje é motivo de muita alegria. Estou muito feliz – contente – minha filha teve melhoras. Os órgãos da minha filha estão respondendo. Estou vendo a mão de DEUS na vida dela[…] As orações de vocês estão fazendo grandes maravilhas na vida da minha pequena. Obrigado a todos de coração. Sou grato ao Senhor pelas vidas de todos”, agradeceu Ariana Bispo.

Silvana Santos segue internada na UTI pediátrica do Hospital Geral do Estado (HGE), na capital baiana.

Relembre o caso

Silvana Santos de Souza e sua amiga Rebeca Araujo Pereira, de 11 anos, saiam para comprar uma bateria para o microfone da igreja, localizada no mesmo bairro onde moram. Em um dado momento, homens armados que estavam a bordo de um veículo, abriram fogo no meio da rua. O alvo seria outra pessoa. No momento do ataque, 3 disparos atingiram a menina Silvana Santos de Souza, de 07 anos de idade, dois deles na cabeça e um nas costas. Silvana foi socorrida em estado grave para o HGE em Salvador. Já a outra criança, identificada como Rebeca Araujo Pereira, de 11 anos de idade, foi atingida com um tiro na perna.

Adultos também foram atingidos durante o ataque, sendo que Adelino da Silva Rodrigues, de 45 anos recebeu um tiro na nádega. O jovem Jonatas Oliveira Amorim, de 22 anos de idade, estava dentro de uma lanchonete e também foi baleado no tórax. A quinta vítima é Daiane Fraga dos Santos, de 32 anos. Ela foi atingida com quatro tiros.

As investigações do caso estão sob responsabilidade da 22ª Delegacia de Simões Filho.