Simulado no Polo Industrial de Camaçari pega trabalhadores de surpresa

Simulação de um “vazamento” de propeno, substância química líquida e inflamável

Autor:

Publicada em


Um exercício simulado, sem aviso prévio, está sendo realizado neste momento (9h30, dia 14.10.2014) no Polo industrial de Camaçari, envolvendo cerca de 18 mil pessoas, entre trabalhadores diretos e contratados, de mais de 50 empresas que operam no Polo Industrial de Camaçari. 

 

Coordenado pelo Comitê de Fomento Industrial de Camaçari (Cofic) e Braskem Unidade de Petroquímicos Básicos (UNIB), o treinamento tem por objetivo avaliar os procedimentos coletivos de segurança do Complexo Industrial, especialmente no que tange ao acionamento e utilização dos recursos técnicos disponíveis do Plano de Auxílio Mútuo – PAM e do Plano de Atendimento Médico Emergência – PAME, para controle de situações de emergência.

 

O treinamento teve início às 9h30min, na área industrial da Braskem Unib, com a simulação de um “vazamento” de propeno, substância química líquida e inflamável, devido à ruptura de uma linha de transmissão interligada a uma esfera de armazenagem do produto, quando foram acionados os alarmes de segurança. As primeiras ações para controle da emergência estão sendo coordenadas pela própria Braskem Unib que, em seguida, acionará, através do sistema de rádio, o Plano de Auxílio Mútuo do Polo (PAM), solicitando ajuda das demais empresas que operam no Complexo Industrial.

 

Por se tratar de uma “emergência” de grande porte, com “liberação” de gás seguida de “explosão”, a Braskem Unib procederá à evasão dos seus empregados para pontos de encontro seguro, recomendando às demais empresas do Polo que adotem o mesmo procedimento. Cerca de 18 mil pessoas, entre empregados diretos e contratados, serão orientadas por profissionais de segurança e coordenadores de evasão, deslocando-se a pé para pontos de apanha distribuídos em vários locais do Complexo Industrial, onde permanecerão até o final da emergência. 

 

BLOQUEIO DE VIAS 

 

Para garantir a segurança das pessoas envolvidas no exercício simulado e facilitar o deslocamento das viaturas de combate a incêndio e ambulâncias, as vias de acesso ao Polo (Axial, Parafuso, Canal de Tráfego, Ligação, Perimetral e Frontal) estarão bloqueadas até as 11h30min. 

 

A operação envolve mais de 150 técnicos, brigadistas e profissionais da área médica, 30 viaturas de combate a incêndio, 20 ambulâncias. Conta ainda com o apoio da Polícia Militar (12º Batalhão, 36ª Companhia de Polícia e Companhia Independente de Policiamento Especializado – CIPE), Polícia Rodoviária, Samu, Sistema de Controle de Trânsito de Camaçari, representes do Conselho Comunitário de Camaçari e Dias d´Ávila e do Nudec – Núcleo de Defesa Comunitária, Defesa Civil dos dois municípios, dentre outros envolvidos.

 

Este é o décimo-oitavo exercício simulado de evasão geral das empresas do Polo e o décimo-segundo realizado sem aviso prévio. Ao longo do ano, treinamentos similares são realizados individualmente pelas empresas ou grupo de empresas vizinhas, com o mesmo propósito de avaliar o funcionamento dos sistemas de segurança e o nível de entrosamento das equipes técnicas. 

 

O Polo de Camaçari investe em média R$ 80 milhões anualmente em segurança industrial, incluindo aquisição de viaturas de combate a incêndio, ambulâncias, treinamento de pessoal, monitoramento ambiental, Equipamentos de Proteção Individual, melhoria nos serviços de atendimento médico de emergência, dentre outros itens. A prevenção de acidentes é uma das prioridades do Complexo Industrial, que estimula a atuação integrada das áreas de segurança, saúde e meio ambiente para o controle de emergências.