Sistema Fieb e Sebrae lançam novo programa em Simões Filho e RMS

Simões Filho, Salvador, Lauro de Freitas, Camaçari, Candeias e São Francisco do Conde é uma das cidades beneficiadas

Autor:

Publicada em


O Sistema Fieb e o Sebrae Bahia lançaram o Programa de Desenvolvimento das Micro, Pequenas e Médias (PMMEs) Indústrias – PDI, no auditório da federação, no Stiep. Criado a partir do Conselho de PMMEs, os principais objetivos do programa são promover ações de qualificação, educação, inovação e tecnologia, estimulando, através do associativismo, o fortalecimento do setor.

 

Ao ofertar, de forma articulada, produtos e serviços do Sesi, Senai e IEL, pertencentes ao Sistema Fieb, e também do Sebrae, o novo programa pretende facilitar a oferta de soluções que estimulem a competitividade dos pequenos empreendimentos.

 

Etapas

 

Duas regiões foram escolhidas para sediar o projeto piloto do PDI. A ação terá início na RMS/litoral norte, que inclui 38 municípios.

 

Entre estes, estão as seis cidades que concentram quase 90% das indústrias da área: Salvador, Simões Filho, Lauro de Freitas, Camaçari, Candeias e São Francisco do Conde.

 

A RMS/litoral norte ocupa 10% do território baiano e sedia 8.421 empresas, ou seja, 41% das indústrias do estado, que empregam quase 162 mil trabalhadores.

 

A próxima etapa acontece na região central, cuja principal economia é Feira de Santana, e que inclui 118 municípios, dentre eles Alagoinhas, Serrinha e Santo Antônio de Jesus. Nesta existem 2.840 MPMEs, com mais de 41 mil trabalhadores contratados.

 

A meta é atingir, com o PDI, 822 empresas e quase 38 mil trabalhadores nas duas regiões do estado.

 

O vice-presidente da Fieb, Carlos Gantois, explicou que, na Bahia, 97% das 22.800 indústrias em funcionamento estão na categoria PMMEs.

 

Maior economia da região Nordeste, a Bahia ocupa a modesta posição de 8ª economia do Brasil. Carlos Gantois lembra que a regão Nordeste possui apenas 13,4% do PIB do Brasil, enquanto Sul, Sudeste e Distrito Federal concentram 75%.