Tarifa de ônibus vai aumentar a partir do dia 2 de janeiro de 2019

Autor: Redação

Publicada em


Foto: Simões Filho Online

Como sempre, quem mora utiliza o transporte coletivo devem começar a preparar o bolso. Os passageiros que moram em Salvador, Simões Filho, Lauro de Freitas, Camaçari, Candeias e outras cidades metropolitanas, vão amargar um novo aumento no preço das tarifas de ônibus a partir do dia 2 de janeiro de 2019. O reajuste anual é normalmente aplicado após a virada do ano.

Em Salvador, a informação já foi confirmada pelo Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob). Já na região metropolitana, geralmente, o percentual estabelecido pela Agência Estadual de Regulação (Agerba) para o transporte metropolitano é o mesmo aplicado pela prefeitura de Salvador para os ônibus urbanos, assim como o estabelecido pelo governo do Estado para o metrô da capital baiana.

Tarifa

O  valor do aumento da tarifa ainda está em estudo e será divulgado no dia 20 de dezembro. Segundo a Semob, “duas auditorias do sistema de transporte estão em fase conclusiva de estudos para dar subsídios para definição do valor da tarifa a partir de janeiro, através da análise de vários fatores como a inflação do período, bilhetagem e custos operacionais das empresas”.

Em Simões Filho, desde a chegada do metrô, diversas linhas foram excluídas. Hoje, o município conta apenas com oito linhas que ligam a capital baiana. Atualmente a tarifa custa R$ 3.70. O novo valor do reajuste deve variar entre R$ 3,90 a 4,00.

Linhas de Simões Filho

Simões Filho x Terminal França
Simões Filho x Terminal França/Jardim Campo Verde
Simões Filho x Itaigara ITAPUÃ
Simões Filho x Terminal Mussurunga
Mapele/Ilha São João x Campo Grande
Góes Calmon x Terminal Retiro
Simões Filho x Terminal Retiro
Mapele/Ilha São João x Terminal Retiro

Novos ônibus em Simões Filho

Na última semana, o governador Rui Costa (PT), finalmente, anunciou que o edital de licitação do novo sistema de ônibus coletivo que atenderá Simões Filho deve ser publicado até esta segunda-feira (10/12).

Segundo Rui, os novos coletivos devem ser totalmente integrados ao metrô. O governador disse que vai exigir ar-condicionado e wi-fi em todas as linhas. “Deveria ter saído há meses atrás, dei um prazo para Marcus Cavalcanti [secretário de Intraestrutura] e quero publicado até dia 10 de dezembro, com novas linhas e reestruturação do traçado e trajeto, inclusive com exigência de que os ônibus tenham ar-condicionado e Wi-Fi para a população, com qualidade”, garantiu Rui.

Último reajuste

No último reajuste em janeiro de 2018, a tarifa subiu para R$ 3,70, gerando bastante reclamações dos passageiros. Na ocasião, os usuários afirmaram que foram pegos de surpresa, já que, nenhum comunicado oficial tinha confirmado o aumento na Região Metropolitana.

Apesar do serviço ter ficado mais caro, o usuário de transporte público também sinalizaram sobre as péssimas condições dos ônibus que circulam na cidade.