Trabalhador tem direito a pegar remédios de graça em farmácias particulares; entenda

Autor: Simões Filho Online

Publicada em


Saiba quem tem direito de pegar remédios de graça em qualquer farmácia
Foto: Divulgação SFO

Quem é trabalhador sabe que comprar medicamentos de uso contínuo sempre pesa no bolso e acaba apertando o orçamento das famílias. O que muitas pessoas não sabem é que todo cidadão brasileiro tem o direito de pegar medicamentos gratuitos nas farmácias particulares por meio do Programa Farmácia Popular, além disso, o Ministério da Saúde também distribui, de forma gratuita, diversos medicamentos de graça por meio do Sistema Único de Saúde (SUS) nos Postos de Saúde de sua cidade.

Farmácia Particular

O cidadão também pode ter acesso a medicamentos gratuitos nas farmácias particulares credenciados no Farmácia Popular. Segundo o Ministério da Saúde, 31 mil estabelecimentos em 4.389 municípios brasileiros estão credenciados e disponibiliza 42 produtos, sendo 26 gratuitamente e o restante com descontos que chegam até 90% em medicamentos para rinite, colesterol, Parkinson, glaucoma, osteoporose, além de fraldas geriátricas e anticoncepcionais.

Basta procurar uma farmácia particular credenciada – com a marca Farmácia Popular – levando receita médica emitida por médicos do SUS ou da rede particular e documento de identidade.

Medicamentos do SUS

Para conseguir os medicamentos, o paciente ou um familiar deve ir a uma Posto de Saúde com receita médica e identidade. São mais de 900 medicamentos disponíveis sem custo para a população. Acesse a relação de medicamentos e veja se o remédio que o médico prescreveu está na lista: Grupo 1Grupo 2 e Grupo 3.

É possível encontrar de graça antibióticos, anticoncepcionais, anti-inflamatórios, analgésicos, antidepressivos, ansiolíticos, anti-hipertensivos, antifúngicos, anti-inflamatórios, insulina, entre outros.

Os pacientes que precisam de tratamento para doenças como asma, hipertensão, osteoporose, glaucoma, rinite e diabetes, por exemplo, podem, de maneira simples, ter acesso aos remédios por meio dos centros de saúde da sua cidade, ou seja, basta procurar as farmácias nas UBS (Unidades Básicas de Saúde) de seu município.

Doenças crônicas

Para quem não sabe, doenças crônicas também tem remédios de graça oferecido na rede de farmácia do SUS, neste caso, doenças como artrite reumatoide e doenças de Alzheimer, Chron e Parkinsonnas tem medicamentos de graça disponíveis nas chamadas “Farmácias de Alto custo”.

O câncer é outra doença que também tem remédio gratuito oferecido pelo SUS. Após realizar o diagnóstico, o paciente deve ser encaminhado, pelo serviço de saúde automaticamente para um dos Centros de Alta Complexidade em Oncologia (Cacon) ou uma Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon). Essas unidade terão que fazer o agendamento com prioridade, pela Central de Regulação, para a Rede de Oncologia.

Contraceptivos

O SUS oferece oito tipos de contraceptivos para as mulheres sem que seja preciso pagar nada por isso. Veja os que estão disponíveis:

–        Injetável mensal
–        Injetável trimestral
–        Minipílula
–        Pílula combinada
–        Pílula do dia seguinte
–        Dispositivo intrauterino (DIU)
–        Diafragma
–        Preservativos masculino e feminino

Além disso, é possível fazer vasectomia e laqueadura, se o homem e ou a mulher tiver mais de 25 anos ou dois filhos.

Se não tiver em minha cidade, o que fazer?

Se as unidades de atendimento básico não disponibilizarem o método procurado, ou faltar medicamentos – entre os que são ofertados gratuitamente pelo SUS – o Ministério da Saúde orienta o paciente a cobrar informações nas prefeituras, secretarias ou conselhos municipais de Saúde.

As pessoas também devem recorrer ao Ministério Público. Se você verificar a ausência dos contraceptivos ou de qualquer outro medicamento que deveria ser fornecido nas Unidades Básicas de Saúde do seu município, devem procurar imediatamente a promotoria da cidade e reportar o problema.

Para maiores informações acesse o site do Ministério da Saúde