Trabalhadores da Bomix entram no terceiro dia de greve em Simões Filho

.

Autor: Redação

Publicada em


A greve dos trabalhadores da Bomix, localizada em Simões Filho, entrou no terceiro dia e fábrica continua parada, segundo informou o Sindiquímica, entidade que representa a categoria. De acordo com o Sindiquímica, a adesão à greve é geral. Ontem à tarde, o sindicato se reuniu com a direção da empresa, na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE), em Salvador, mas não houve conciliação.

Ainda segundo o Sindiquímica, a Bomix manteve a demissão do diretor do sindicato, Otacílio dos Santos Filho, e se recusou a negociar outras reivindicações dos trabalhadores, como o fim do assédio moral.

Ainda conforme o sindicato, outra reivindicação é o café da manhã. Trabalhadores que moram distante da fábrica saem de madrugada para o trabalho e ficam com fome até o horário do almoço. O Sindiquímica afirma que em várias ocasiões precisou recorrer à Justiça do Trabalho para denunciar as práticas abusivas da empresa.

Confira a nota da Bomix

O Grupo Bomix informa que respeita o direito de livre manifestação do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Química, Petroquímica, Plástica, Farmacêutica do Estado da Bahia (Sindiquimica), porém repudia a prática de atos que impedem o acesso às dependências da empresa e o livre exercício do trabalho por parte daqueles que não desejam aderir ao movimento.

No entanto, o Grupo vem a público esclarecer que a decisão pelo desligamento do colaborador Otacílio dos Santos Filho é respaldada por decisão judicial proferida em abril de 2018 pelo juiz Marco Antônio Mendonça do Nascimento da 24ª Vara do Trabalho de Salvador.  Através dessa decisão (em anexo), o magistrado definiu os profissionais que possuem estabilidade por serem membros da diretoria sindical, entre os quais não está o nome do ex-colaborador.

A empresa também não recebeu detalhamento das alegações de assédio moral, mas refuta veementemente qualquer conivência com a prática, que atenta contra os valores do Grupo expressos no seu Manual de Ética e Conduta.

Todas as outras alegações estão sendo tratadas no âmbito jurídico e não faremos comentários sobre eventuais processos em andamento.

Por fim, reforçamos que o Grupo Bomix trabalha de acordo com os melhores padrões de governança, que levaram uma empresa genuinamente baiana à posição de liderança do seu segmento na América Latina.