Trem de passageiro vai passar por Simões Filho; conheça o projeto

Terá aproximadamente 140 quilômetros de extensão, com a integração entre o metrô de Salvador

Autor: Redação

Publicada em


O trem metropolitano deve atravessa os municípios de Simões Filho, Dias D´Ávila, Candeias e Camaçari.

Um dos projetos do Governo do Estado é interligar a Região Metropolitana com uma malha ferroviária para o transporte de passageiros, que terá aproximadamente 140 quilômetros de extensão, com a integração entre o metrô (linhas 1 e 2), o trem do subúrbio (futuro Veículo Leve sobre Trilhos – VLT) e o trem metropolitano, o qual atravessa os municípios de Simões Filho, Dias D´Ávila, Candeias e Camaçari. A viabilidade dessa integração ficou evidenciada na manhã da última sexta-feira (29) durante uma inspeção realizada pelo vice-governador e secretário do Planejamento, João Leão, no trecho da Ferrovia Centro Atlântica (FCA) localizado entre Simões Filho e Dias D´Ávila.

  • Veja também:
    Jovem de 22 anos é morto com tiros na cabeça em Simões Filho; criança estava no colo
  • Acidente no centro de Simões Filho deixa duas mulheres feridas

Entre as intervenções, será necessária a reconstrução do trecho ferroviário entre Mapele e Paripe, que fará a interligação entre o trem metropolitano e o futuro VLT, o qual, por sua vez, chegará à Av. França, no Comércio.

A comitiva que realizou a vistoria técnica foi integrada também por representantes da FCA, da Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT). Todos saíram bastante entusiasmados, pois foi constatada a viabilidade do projeto com a realização de alguns ajustes. Isso porque a infraestrutura e as condições da malha ferroviária, hoje usada pela FCA exclusivamente para o transporte de cargas, estão relativamente preservadas, necessitando, assim, de algumas intervenções para adequação.

Com isso, estaria formado o modal ferroviária de passageiros da Região Metropolitana, aproveitando a malha ferroviária atualmente existente na RMS, mas que se encontra ociosa. A ideia é que num curto espaço de tempo sejam feitas melhorias que permitam o uso de um trem experimental em Camaçari.

O trem metropolitano é parte de um projeto mais amplo, do trem regional, resultado de um trabalho desenvolvido pela Escola Polítécnica da Universidade Federal da Bahia (UFBA). O estudo, já aprovado pelo Ministério dos Transportes, concluiu pela viabilidade do projeto. O trem regional contempla a ligação Conceição de Feira (Feira de Santana)-Salvador-Alagoinhas.