Tristeza em Simões Filho: Morre a cantora Ray Andrade aos 18 anos

Autor: Redação

Publicada em


Cantora Ray Andrade

Hoje a cidade de Simões Filho, na região Metropolitana de Salvador (RMS), amanheceu triste com a notícia sobre o falecimento da cantora e compositora Ray Andrade, 18 anos, filha do músico, Rau Caetano Sodré, 52 anos, conhecido popularmente como “Fio Preto”.

A artista faleceu na tarde desta quinta-feira (17/5), em decorrência de complicações de problemas de saúde. Ela estava internada no Hospital Aristides Maltez, em Salvador e fazia tratamento de um câncer. A informação foi confirmada pela família da jovem.

O DIAGNÓSTICO

Em dezembro do ano passado Ray Andrade começou a se queixar de dores no pulso, preocupados, a família resolveu levar a moça ao médico para fazer uma avaliação e o profissional que prestou o atendimento solicitou uma sárie de exames para que pudesse fazer um diagnóstico preciso. A família providenciou fazer os exames imediatamente e ao retornar ao médico foi constatado que as dores no punho estavam sendo causadas por um ‘tumor  ósseo’ que embora fosse benigno precisaria ser retirado para evitar outros problemas.

O tumor ósseo é um tipo de doença que acomete qualquer osso do corpo. Geralmente a doença afeta os ossos longos dos braços, coxas, coluna e bacia. De acordo com especialistas da área de saúde, alguns tipos são benignos, o que significa que não são cancerígenos e outros malignos. Os tumores malignos, cancerígenos, podem se espalhar pelo corpo.

No dia 12 de janeiro deste ano, a cantora simõesfilhense chegou a fazer uma cirurgia no Hospital Municipal de Simões Filho, contudo, em menos de dois meses após o procedimento cirúrgico, o obsesso voltou ainda mais agressivo e Ray teve que passar por uma nova cirurgia realizada, dessa vez, no Hospital Aristides Maltez, na capital baiana. Logo em seguida ela iniciou o tratamento para combater o tumor, que apresentava indícios de que era um câncer.

A LUTA

Durante a fase do tratamento a artista demonstrava bastante fé e confiança em sua recuperação, onde sempre postava nas redes sociais mensagens positivas, afirmando que superaria o problema, mas, no decorrer do tratamento o estado de saúde da jovem piorou. A artista  foi  internada  no mês Abril e os médicos descobriram que o tumor acabou comprometendo o pulmão. Ray Andrade permaneceu internada no Hospital Aristides Maltez, durante quinze dias, fazendo tratamento da doença, mas na tarde desta quinta-feira (18/5), não resistiu e faleceu.

REPERCUSSÃO

A notícia da morte precoce da cantora Ray Andrade repercute nas redes sociais e comove amigos, familiares, e artistas da cidade, que lamentam profundamente a perda.

“Hoje a notícia mais devastadora veio à nossa família. Nossa princesa Ray Andrade não está mais entre nós. Que os céus possa receber o brilho do seu sorriso que tanto nos deixará saudades”, escreveu Adrika Jatobá, tia de Ray.

A cantora Amanda Rodrigues, amiga de Ray, também externou seus sentimentos e lembrou dos momentos alegres vividos na escola. “Nos conhecemos no colégio, estudamos na mesma sala, muitas cantorias juntas, muitas resenhas. Nossos sonhos eram bem parecidos, não da pra acreditar. “, publicou.

Um amigo escreveu: “Via e curtia seus videos no hospital, você sempre alegre, agradecendo a Deus por tudo, nunca se mostrando abatida, pelo contrário, você mandava boas energias e mensagens de Fé e gratidão. Uma guerreira”, se despediu Roni Cardoso.

O SEPULTAMENTO

O corpo da cantora está sendo velado no Ginásio de Esportes no Cia II desde à noite desta quinta-feira (17/5). O cortejo sairá em direção ao cemitério São Miguel, onde será sepultado às 16 horas desta sexta-feira (19/5).

ÚLTIMA PUBLICAÇÃO

Ray publicou em sua conta no Instagram uma foto de uma apresentação ao lado pai. No post, ela expressou a falta que sentia de estar distante dos palcos e agradeceu o carinho dos fãs. A última publicação dela foi feita no dia 22 de abril.

“Saudade define toda a falta que sinto de levar arte e alegria para às pessoas. Morro de saudade dos palcos e lembro de todos que confiaram em mim e deram a grande oportunidade de mostrar o meu trabalho. Guardo todos os recadinhos recebidos em folhas de guardanapos durante os shows, todos os pedidos de músicas, todas as dedicações e as palavras de carinho. Agradeço a todos que torceram e acompanharam minha trajetória. Não calei minha voz, apenas preciso de um devido tempo para ser dedicado somente a minha saúde. Entreguei tudo nas mãos de Deus, ele sabe o que faz. Amo todos vocês. Beijooooosss!”, escreveu Ray

Foto: Simões Filho Online

TRAGETÓRIA

Filha do casal, Viviane Jatobá de Andrade e Raul Caetano Sodré, Rayane de Andrade Sodré nasceu no dia 2 maio de 2000, em Simões Filho e atualmente morava no condomínio Bela Vista, no  Jardim Eldorado, região do Km 25. Ray, que concluiu o segundo grau no Colégio Estadual Reitor Miguel Calmon, onde era muito querida e elogiada pelos professores pela sua dedicação aos estudos, tinha o sonho de ser advogada e estava se preparando para ingressar na faculdade ainda este ano. Em entrevista ao Simões Filho Online, o músico “Fio Preto, revelou que a filha era muito estudiosa e havia sido convocada para trabalhar em uma empresa do município e foi impedida de iniciar a jornada de trabalho devido ao tratamento que estava fazendo.

Ray Andrade descobriu o talento para a música aos 12 anos, e iniciou a carreira cantando na Igreja Batista. O dom de cantar vinha do sangue, já que o pai sempre foi músico e incentivava a filha a seguir carreira artística. A moça tocava em eventos e, em alguns estabelecimentos comerciais da cidade, sempre acompanhada pelo pai que é guitarrista. O último show realizado pela cantora no município ocorreu no mês de novembro na comemoração do aniversário da cidade.

Simões Filho Online se solidariza com a família e deseja forças nesse momento de dor e tristeza. Muito respeitosamente, prestamos as nossas condolências e deixamos os nossos mais sinceros pêsames.

Veja vídeo com uma das apresentações de Ray