Tudo pronto para o Yahweh Shammah 2017 em Simões Filho

Autor: Panorama de Notícias

Publicada em


Começa no próximo dia 22 de janeiro e vai até o dia 28, o Yahweh Shammah, na cidade de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador.

O evento irá reunir 21 atrações da música evangélica, sendo 18 locais e três de fora (Fernandinho, Pr. Cirilo e Gabriela Rocha).

Em entrevista ao Panorama de Notícias, o Pr. Regilson Costa presidente da Associação do Yahweh Shammah de Simões Filho, falou sobre o evento.

“A nossa é expectativa é nós termos nos dias do evento aproximadamente 30 mil pessoas louvando, glorificando e exaltando o nome do Senhor Jesus aqui na Praça da Bíblia. Este é o maior evento gospel de Simões Filho e um dos maiores da Bahia” relatou.

Regilson falou sobre a vinda das atrações de fora (Fernandinho, Pr. Cirilo e Gabriela Rocha), para participarem do evento.

“Houve um esforço muito grande nosso para trazer esses cantores, mas graças a Deus conseguimos fechar a grade  e eles já estão confirmados e estarão aqui louvando a Deus em praça pública” explicou.

A questão da segurança, foi relatada pelo presidente.

“Já enviamos as solicitações para a Polícia Militar de Simões Filho, para que ela possa estar nos dando essa segurança, teremos uma equipe também de segurança nossa, teremos a Guarda Municipal, e também estamos solicitando uma equipe dos Bombeiros. Já enviamos também uma solicitação para a Secretaria de Saúde para que uma equipe seja disponibilizada para nos ajudar” declarou.

Para finalizar, Regilson esclareceu sobre o envolvimento da prefeitura no evento.

“Eu quero inclusive deixar uma coisa bem claro para a comunidade simõesfilhense, que todo o investimento que está sendo feito na realização do Yahweh Shammah é um investimento que nós estamos buscando com as iniciativas privadas. Algumas pessoas andaram comentando que é a prefeitura que está fazendo, eu quero dizer que a prefeitura não está fazendo nada. Todo o investimento é próprio e de algumas empresas e alguns parceiros para que o evento possa acontecer” esclareceu.