Uber lança recurso que permite usuários reclamarem gravando um áudio

Autor: Redação

Publicada em


A Uber empresa multinacional americana, prestadora de serviços eletrônicos na área do transporte privado urbano lançou nesta última segunda-feira (10/2), uma nova função para seus usuários e motoristas possam utilizar durantes as corridas. O sistema já está ativo nas cidades de Salvador, Uberlândia , São Luís , Sorocaba e Campo Grande.

A novidade da empresa é U-Áudio que permite que usuários e motoristas possam gravar áudios durante as corridas com objetivo de reportarem quaisquer acontecimentos desagradáveis.

Como utilizar a nova função?

Segundo o aplicativo, para utilizar a função, basta acessar os itens de segurança que ficam disponíveis durante cada viagem realizada na plataforma da Uber . A função estará disponível tanto para o usuário quanto o motorista, que poderão relatar incidentes por meio de um áudio que deverá ser anexado no encerramento da corrida ou nas viagens que podem ser buscadas no próprio histórico do aplicativo.

Ainda segundo o App, o arquivo contendo a gravação será criptografado e armazenado diretamente no dispositivo do remetente, ficando disponível apenas para o usuário/motorista. A equipe da Uber informa que só terá acesso se o remetente decidir compartilhar o áudio como parte do relato. Assim que o arquivo for enviado aos agentes de atendimento ao cliente da Uber, a gravação será utilizada para entendimento do incidente e, como resultado, a empresa adotará as medidas necessárias.

Privacidade

O relato pode, inclusive, ser compartilhado com as autoridades se necessário. Contudo, segundo a Uber, “a proteção da privacidade dos envolvidos é levada muito a sério em todo o processo” e só a empresa tem a chave para descriptografar os anexos e isto somente pode ser feito após a denúncia, com o envio do áudio. A gravação não poderá ser ouvida no dispositivo do usuário ou motorista, nem compartilhada com terceiros, apenas com a empresa.  De acordo com a Uber, o arquivo de áudio poderá ser relevante na decisão de desativação de um motorista ou usuário da plataforma.

Sobre a Uber

A Uber foi fundada em 2009, na Califórnia, como um aplicativo para facilitar o acesso ao transporte. Os executivos Garrett Camp e Travis Kalanick, que encontraram certa dificuldade para encontrar um táxi. Percebendo a demanda por transporte, eles resolveram criar uma plataforma que permitisse solicitar carros premium.

No Brasil, a Uber chegou em 2014, com atuação no Rio de Janeiro. A segunda cidade a receber o aplicativo foi São Paulo, seguida por Belo Horizonte. Atualmente, mais de 100 cidades brasileiras contam com os serviços da empresa, realizados por 500 mil motoristas parceiros.