Ainda na UTI – Jovem de Simões Filho que levou tiro dentro de ônibus respira com ajuda de aparelhos

Ela é moradora de Simões Filho. O esposo falou sobre o estado de saúde dela

Autor:

Publicada em


“Na medida do possível está tudo bem, o pior já passou, com fé em Deus vai dar tudo certo, tive o apoio de minha mãe, meus irmãos, parentes e amigos, eles estão me ajudando. Eu agradeço a todos que estão orando por Rhay e peço que continuem fazendo correntes positivas para que ela venha sair do hospital o mais rápido possível”. Disse Edson, esposo de Raimunda.

 

A jovem levou um tiro no pescoço e na cabeça durante assalto a um ônibus da empresa Santana

Raimunda de Jesus Silva, de 29 anos, moradora de Simões Filho, que levou um tiro no pescoço durante assalto a um ônibus da empresa Santana, na manhã da última quinta-feira (15), na BR-324 nas imediações da cidade de Candeias, Região Metropolitana de Salvador, continua Internada na UTI do Hospital do Subúrbio na capital baiana.

 

Após passar por uma cirurgia na noite da última sexta-feira (16), Raimunda Teve ótima evolução em seu quadro de saúde, no entanto, respira com a ajuda de aparelhos.

 

Segundo informações de Edson, esposo da vítima, o quadro de saúde dela ainda requer muita atenção e cuidados para não haver complicações. Motivo pelo qual ela continua internada na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), do Hospital do Subúrbio, em Salvador.

 

Ainda segundo o esposo, alem da gravidade do ferimento, Raimunda está psicologicamente traumatizada, ela ainda não fala por conta do tiro no pescoço e não tem previsão de alta médica. Os médicos informaram a Edson que o estado de saúde de sua esposa continua estável.

 

Raimunda de Jesus Silva, de 29 anos

A jovem sempre viajava para casa de parentes no Interior do Estado. Raimunda, de 29 anos, é conhecida como “Rhay”, um apelido carinhoso usado geralmente pelos familiares e amigos. Ela mora em um apartamento no bairro Simões Filho I, é casada com Edson e tem um filho de 11 anos, que sabe parcialmente da situação que sua mãe se encontra. O marido de Rhay além de trabalhar, tem a missão de cuidar da casa e do filho de 11 anos. Edson falou que Deus tem dado forças para lutar. Ele agradeceu o apoio de todos nesse momento difícil e pediu que continuassem orando pela esposa.

 

Empresa Santana:

9 dias após a ação criminosa que vitimou a jovem Raimunda, a empresa Santana não deu nenhum suporte a vitima. Seu Edson relatou ao Simões Filho Online que o gerente da Empresa Santana compareceu no dia do ocorrido e disse que iria dar um suporte a Raimunda, mas, até o momento a empresa Santana não ajudou em absolutamente nada. Até o fechamento desta matéria a Santana não procurou a família de Raimunda e não se pronunciou sobre o caso. 

Entenda o Caso: 

Segundo a Central de Polícia Civil, Três homens anunciaram o assalto quando o ônibus da empresa Santana chegava ao primeiro pedágio da concessionária Via Bahia, na BR-324, sentido da capital baiana. Durante a ação dos criminosos, um dos passageiros reagiu ao assalto e houve trocas de tiros.

 

O trio realizou diversos disparos de arma de fogo dentro do veiculo.  A simõesfilhense Raimunda de Jesus Silva, de 29 anos, foi atingida no pescoço e na cabeça de raspão. O ônibus comercial fazia a linha Salvador – Feira de Santana. A jovem foi à única pessoa ferida durante a ação criminosa.

 

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, os passageiros do coletivo não foram roubados, e, ao contrário do que a Polícia Civil informou, somente uma pessoa participou da ação.

 

Os assaltantes fugiram, e ainda não foram identificados pela polícia. A empresa Santana disse somente que o veículo já foi submetido à perícia e ainda não se manifestou sobre caso.