Veja quais serviços devem ser afetados na paralisação desta quarta-feira (15)

Autor: ibahia

Publicada em


A paralisação nacional contra a reforma da previdência, organizada pela Central Única de Trabalhadores, será realizada nessa quarta-feira (15) e irá mobilizar diversas categorias na Bahia. Bancários, professores, servidores públicos, estudantes, sem terra e sem teto prometem grandes protestos.

Confira abaixo alguns serviços que devem ser afetados:

RODOVIÁRIOS

Ainda não foi definido se a categoria irá aderir ou não a paralisação. De acordo com o diretor de comunicação do sindicato, Daniel Mota, eles irão realizar uma assembleia no final da tarde de hoje para definir qual será o posicionamento dos rodoviários

BANCÁRIOS 

Nesta quarta-feira (15), os bancos irão abrir somente às 12h. Essa informação foi dada pelo presidente do sindicato dos bancários, Augusto Vasconcelos, que informou que a categoria é a favor da manifestação.

ESCOLAS MUNICIPAIS, ESTADUAIS E PARTICULARES

De acordo com a diretora de imprensa do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia, Rose Assis, os servidores e professores das escolas municipais e estaduais irão entrar em greve por 10 dias a partir de amanhã (15).

Quanto as escolas particulares, algumas instituições decidiram aderir à paralisação. Confira algumas delas que não terão aula amanhã:

Colégio Antônio Vieira

Colégio Anchieta

Colégio Isba

Colégio Módulo (Somente o 3º ano do Ensino Médio terá aulas)

Colégio Oficina

Colégio Salesiano (Nazaré e Paralela)

Colégio São Paulo

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA (UFBA) E UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA (UNEB)

Até o término dessa matéria, nenhuma das duas instituições confirmaram se iriam aderir ou não a paralisação desta quarta-feira (15)

CORREIOS

O sindicato da categoria (Sincotelba) convocou os trabalhadores dos Correios para aderir a greve de 24 horas dessa quarta-feira. Segundo Josué Canto, presidente da categoria, ainda não se sabe quantos funcionários devem aderir, mas ele acredita que mais de 80% dos trabalhadores da Bahia parem neste dia 15. Os setores emergenciais de entrega devem ser mantidos.

PROFISSIONAIS DE SAÚDE
De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Estado da Bahia (Sindsaúde), os hospitais terão os serviços essenciais mantidos, mas serão suspensos serviços de ambulatórios e das áreas administrativas.

MANIFESTAÇÕES
Dois atos estão previstos para serem realizados nesta quarta-feira. Às 7h, haverá uma manifestação na região do Iguatemi, em frente ao Shopping da Bahia. Às 15 horas, haverá uma passeata no Campo Grande.