Veja quem ainda vai receber grana do Auxílio Emergencial em 2020

Veja quem ainda vai receber grana do Auxílio Emergencial em 2020
Veja quem ainda vai receber grana do Auxílio Emergencial em 2020

Veja quem ainda vai receber grana do Auxílio Emergencial em 2020.

A Caixa Econômica Federal (CEF) paga nesta segunda-feira (28/12) a última parcela do Auxílio Emergencial a 3,2 milhões de trabalhadores.

>>Vice-presidente Hamilton Mourão testa positivo para Coronavírus

Os pagamentos serão para trabalhadores nascidos em novembro, que não fazem parte do Bolsa Família: 3,2 milhões vão receber uma parcela do Auxílio Emergencial extensão, de R$ 300; enquanto outros cerca de 50 mil ainda vão receber a parcela de R$ 600. O calendário para beneficiários deste grupo vai até esta terça-feira, 29 de dezembro.

Para os trabalhadores do Bolsa Família, os pagamentos da última parcela do auxílio emergencial se encerraram em 23 de dezembro. A partir de janeiro, esse público volta a receber o bolsa.

>>Concurso da PRF deve abrir 1.500 vagas; edital pode sair em janeiro

A ajuda paga nesta segunda será creditada em conta poupança social digital da Caixa, que poderá ser usada inicialmente para pagamento de contas e compras por meio do cartão virtual. Saques e transferências para quem receber o crédito nesta segunda serão liberados no dia 25 de janeiro.

VEJA QUEM RECEBE NESTA SEGUNDA

Cerca de 50,3 mil trabalhadores do Cadastro Único e inscritos via site e app, nascidos em novembro:

  • aprovados que receberam 4 parcelas recebem a última parcela de R$ 600;
  • aprovados que receberam de 1 a 3 parcelas recebem parcelas de R$ 600 restantes até a 5ª;

>>Como preparar biscoitos com gotas de chocolate caseiros em 15 minutos

3,2 milhões de trabalhadores do Cadastro Único e inscritos via site e app, nascidos em novembro:

  • aprovados que já receberam todas as parcelas de R$ 600 (e qualquer número de parcelas de R$ 300) recebem a última parcela de R$ 300;

Os trabalhadores podem consultar a situação do benefício pelo aplicativo do auxílio emergencial ou pelo site auxilio.caixa.gov.br

Fonte: G1

Veja mais