Vendedora de Simões Filho cai em golpe do deposito bancário ao comprar roupas evangélicas nas redes sociais

Autor: Redação

Publicada em


A vendedora Vivian dos Anjos foi vítima de um golpe

Após sofrer momentos de extrema angustia e muita revolta, uma comerciante de Simões Filho, especializada na venda de roupas femininas destinadas ao público evangélico resolveu tornar público um golpe sofrido por ela no início deste ano. Ela é moradora do município e estava montando um pequena loja quando resolveu comprar produtos por meio das redes sociais.

Vivian estava montando sua loja

A vendedora Vivian dos Anjos, de 33 anos, procurou a reportagem do SIMÕES FILHO ONLINE para denunciar um crime que, corriqueiramente tem sido cometido nas redes sociais, especialmente em grupos de compras e vendas.

 

Segundo Vivian, uma mulher que usa diversas contas no aplicativo Facebook para publicar anúncios e fotos de peças de roupas que deveriam ser adquiridas por encomenda, conseguiu convencê-la a realizar uma compra.

De acordo com Vivian, a mulher inicialmente identificada como Ana Silva se apresentou para ela através de contato telefônico, afirmando ser evangélica. A suposta empresária varejista também mostrou diversas fotos de roupas dizendo ser costureira e que produzia as peças por conta própria, com a ajuda de uma grande equipe de trabalho.

“Eu ia fechar negócio com uma fábrica de Goiânia, mais daí eu mandei as fotos para ela e ela me disse que fazia as peças. Eu pedi a referência e ela me passou outro Facebook sem nenhum comentário, nem compartilhamento, só fotos de peças que é de uma marca muito cara que ela roubava as fotos e postava no dela para dizer que era ela quem fazia”.

A golpista tem vários perfis nas redes sociais

Vivian acabou depositando o valor inicial de R$ 400,00, e para sua surpresa, somente depois de 30 dias da data em que o valor foi depositado é que ela se deu conta de que foi vítima de um golpe.

A partir daí, ela entrou em contato com a golpista por meio do WhatsApp, onde passou a receber ameaças de morte. “Ela me ameaçou de morte, ameaçou minha família e me bloqueou no WhatsApp”, disse a comerciante simõesfilhense.

Por conta da situação, Vivian chegou a dar entrada no Hospital Municipal de Simões Filho com principio de infarto. Ao pesquisar a vida da suposta empresária, a comerciante descobriu que Ana possui um histórico de golpes em outros sites de venda e que os nomes usados por ela também são falsos.

Ana Silva Moda Evangélica, Silva Ana Souza e Evanize estão entre os codinomes usados pela criminosa. Após enviar diversas mensagens para a mulher sem ter nenhum retorno, Vivian prestou queixa na Polícia Civil e aguarda a investigação do caso.

Para que outras pessoas não passem pela mesma situação e sofram com a dificuldade de perder o único recurso financeiro adquirido com grande sacrifício para uma pessoa sem caráter, Vivian deixa um alerta.

“Cuidado gente, cuidado. Não vai assim como eu fui. Procure vídeo, grupos, procure conversar mais, procure o CNPJ, porque não é fácil você está passando tudo que eu passei e agora tomar esse golpe aí de R$ 400,00. Mas Deus é fiel, eu entrego ela a Deus e vamos denunciar essa montra, para que ela não venha a fazer mais isso com ninguém”, concluiu.

A conta da golpista é de Paripe