Vereador de Simões Filho doa 13º salário para ONG de apoio ao combate ao câncer infantil

.

Autor: Redação

Publicada em


(Vereador Everaldo da Silva – Vel (PRP) | Foto: CMSF)

A atitude de um vereador de Simões Filho, tem gerado muito o que falar no município de 132 mil habitantes localizado na Região Metropolitana de Salvador (RMS). Ao contrário de muitos que estão em meio aos cargos públicos pensando apenas em receber altos salários e se dar bem, o vereador Everaldo da Silva – Vel (PRP), resolveu dar um grande exemplo para todos.

Numa atitude honrada, o parlamentar cumpriu com a promessa que o mesmo havia divulgado logo após a votação que aprovou o 13º salário para os vereadores de Simões Filho, em março deste ano. Na ocasião, Vel se posicionou contra a aprovação do projeto, e afirmou que o dinheiro do 13º salário que receberia, seria doado para instituições de caridades da cidade, e assim o fez.

A instituição beneficiada foi a Associação Vivo Feliz (ACCI), ONG de Apoio ao Combate ao Câncer Infantil, localizada no bairro Parque Continental, em Simões Filho. Ela recebeu cerca de R$ 9.700 reais líquido.

“Esse compromisso é até 2020”, revelou o parlamentar.

Vel foi eleito com 920 votos, e ocupa pela primeira vez um cargo público pelo Partido Republicano Progressista (PRP). Na Casa Legislativa, Vel é Presidente da Comissão de Transporte e Relator da Comissão de Educação.

Os vereadores Elimário Lima e Bolly Bolly (SD) também se comprometeram em doar o 13º salário, mas até o momento não apresentaram as instituições beneficiadas por eles.

Entenda o caso:

No dia 13 de março deste ano, foi aprovado durante a sessão da Câmara de Vereadores de Simões Filho, o Projeto de Lei 65/2017, que concede aos 19 edis o 13º salário.

A alegação usada  oportunidade, foi de que o benefício é um direito garantido pela Constituição da República e pela decisão do STF, exarada no recursos extraordinário de nº 650.898.

O Projeto de Lei  foi aprovado por 11 vereadores, e apenas seis parlamentares votaram contra. Na ocasião, a primeira-dama, hoje deputada eleita, Kátia Oliveira não compareceu à sessão.

Votaram a favor

Adailton Cacambeiro (PRP) – Sim

Alfredo Assis (PP) – Sim

Delvaldo Soares (SD) – Sim

Dene da Metalúrgica (PSD) – Sim

Erivaldo Canjirana (PSL) – Sim

Eri Costa (DEM) – Sim

Everton Paim (PSD) – Sim

Jailson Soares (PP) – Sim

José Arnoldo (PRB) – Sim

Manoel Almeida (PSD) – Sim

Orlando de Amadeu (PSDB)– Sim

Votaram contra

Bolly Bolly  (SD) – Não

Elimário Lima (PMDB) – Não

Everaldo da Silva (PRP) – Não

Laecio Valentim (PSB) – Não

Sandro Moreira (PSL) – Não

Manoel Carteiro (PSB) – Não

Não votaram

Genivaldo Lima (DEM) – se absteve de votar (presidente só vota em caso de empate)

Kátia Oliveira (PMDB) – ausente