WhatsApp não será mais cobrado, diz presidente do aplicativo

Autor: Simões Filho Online

Publicada em


O presidente-executivo e um dos criadores do WhatsApp, Jan Koum, disse nesta segunda-feira (18/01) que a taxa de US$ 1, cobrada anualmente pelo uso do aplicativo, deixará de ser tarifada. A afirmação foi feita durante a conferência Digital-Life-Design (DLD), em Munique, na Alemanha.

O executivo comemorou a novidade e revelou o motivo do cancelamento. “Muitos usuários do WhatsApp não têm cartão de débito ou crédito e ficavam preocupados em perder acesso a seus amigos e família após seu primeiro ano”. Koum negou que o aplicativo terá publicidade, mas disse que “novas ferramentas” serão testadas a partir deste ano. Vale lembrar que os usuários que já pagaram o serviço não terão reembolso e a opção de pagamento deve desaparecer nos próximos dias.